Há opções que exigem menos sacrifícios e trazem mais resultados em curto prazo. “Em qualquer tipo de negócio o dinheiro deve ser uma consequência de dedicação diária e não o objetivo”, afirma empresária

Empreendedor se tornou uma profissão cheia de glamour. Histórias de sucesso, “CEOs & founders”, milionários do dia para a noite aparecem como se surgissem do nada. Mas empreender é uma atividade bem mais complicada e que exige sacrifícios que nem sempre uma pessoa está disposta a fazer. Diante disso, além dos planos de negócios, financeiro e marketing, o candidato a empreendedor deve se fazer algumas perguntas simples, mas que podem significar a diferença na sua decisão de correr o risco ou permanecer com uma vida estável.

Rosana Bandeira é empresária do ramo de beleza e cosméticos há 10 anos e garante que o sucesso do negócio não vem fácil, nem rápido. Segundo ela, tanto as franquias quanto as consultorias acabam vendendo uma imagem de que empreender é fácil e que o empreendedor ficará rico em pouco tempo, mas não deixam claro o quanto ele terá de sofrer até lá. Quando a pessoa abre o negócio, demora para ter retorno, e acaba descobrindo que não está preparada financeiramente e nem psicologicamente para esperar. “Não me arrependo e amo o que faço. Mas gosto de ser sincera e mostrar que se for por dinheiro, há várias opções menos sacrificantes. As empresas que têm sucesso são de donos que realmente se identificam com o trabalho. Em qualquer tipo de negócio o dinheiro deve ser uma consequência de dedicação diária e não o objetivo”, explica Rosana.

Para você avaliar se realmente está preparado para empreender, a empresária recomenda as seguintes perguntas:

  • Você está disposto a ficar 3 anos sem comprar roupas íntimas?
  • Como você pretende sobreviver financeiramente nesse período?
  • Caso você precise substituir sua ajudante geral (faxineira), você fará isso?
  • Se em três anos você não estiver alcançado o lucro esperado, qual o seu plano B?
  • Você está preparado para não ter férias? Gosta de trabalhar aos finais de semana?
  • Consegue recusar um “happy hour”, um casamento, um evento importante de família? E vários?
  • Você sabia que se investir o mesmo dinheiro em você mesmo, se capacitando, seu retorno financeiro será maior no mesmo prazo trabalhando em uma empresa privada com todos os benefícios?
  • E quando você quiser se aposentar, vai vender a empresa?
  • O que você fará quando não quiser ou não puder mais trabalhar em sua empresa?
  • Você tem medo de dívidas? Consegue entrar em um limite bancário para honrar com a sua folha de pagamento?

Diante de tantas perguntas profundas, muitas pessoas acabam desistindo de empreender, pois percebem que o sacrifico é grande, que a caminhada e longa e isso, a maioria não tem paciência para esperar. “Quando eu digo que hoje, após 10 anos, que tenho algum retorno mais concreto, as pessoas acabam achando que é tempo demais para esperar” afirma.

E então, você está realmente disposto a abrir mão de tudo em nome de um empreendimento?

10 perguntas para você desistir de abrir um negócio?

TRANSFORME AGORA SUA NECESSIDADE EM UMA SOLUÇÃO REAL

Campos marcados com * são requeridos

CONTATO

Envie uma mensagem e responderemos o mais breve possível.

Enviando

©2018 i9Startups - Plataforma de ignição da sua idéia.

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account